Três destinos em duas rodas: dicas de roteiros para viajar de moto pelo mundo

Sensação de liberdade, vento batendo no rosto…Para os amantes de motocicleta, não há nada mais empolgante que se aventurar por estradas desconhecidas sobre duas rodas.

A paixão por viagens de moto foi amplamente explorada pelo cinema hollywoodiano. Basta pensar em clássicos como “Sem Destino”, road movie de 1969 que conta a história de dois motociclistas que percorrem o sul e sudeste dos Estados Unidos sem rumo definido. O tema musical Born to be Wild retrata bem o clima libertário do filme.

05-blog-img1-ra_02_06_jan

Cena do filme Sem Destino (“Easy Rider”, 1969)

Para além das telonas, cada vez mais pessoas têm buscado essa experiência de viagem cuja melhor medida é a emoção. Mas como escolher o roteiro?

Para atender à demanda crescente de motociclistas viajantes, a agência de viagens MH Tour, localizada em São Paulo, oferece três sugestões de pacotes. Na primeira opção, você viaja com um grupo de até 12 motos com um roteiro pré-determinado e carro de apoio, numa espécie de excursão. Neste caso, não há a possibilidade de personalização, mas pode ser uma boa pedida para quem nunca viajou de moto antes e quer algo mais econômico.

Outra possibilidade é viajar com um grupo privado de amigos, criando um roteiro mais personalizado por vários países. Há ainda uma vertente dessa segunda opção, em que você pode ficar em um “hotel-base” em uma região da Itália, por exemplo, e fazer vários passeios com a sua moto durante os dias de estada. Esta última é indicada para quem está mais interessado em aproveitar as cidades como turista, e é também a mais cara. “As possibilidades são infinitas, dependendo do orçamento e do desejo do cliente. Dá até para incluir piquenique e passeio de balão no roteiro”, afirma Marcelo Michieletto, dono da MH Tour e motociclista inveterado.

Abaixo, pedimos para Marcelo indicar três roteiros bem diferentes entre si para quem quer viajar de moto. Prepare as luvas e o capacete e boa viagem!

ITÁLIA – Piemonte, Toscana, Perugia e Lombardia

Este roteiro de luxo é um dos mais personalizados e exclusivos, feito para grupos privados de 4 a 6 pessoas. Nele estão inclusos itens como noites de hospedagem em hotéis 5 estrelas, kit viagem, café da manhã, almoço, jantar e dois piqueniques. No total, são 13 dias de viagem e 2.490 a 2.720km percorridos.

O tour começa em Milão e passa por Alba, Montignoso, Montalcino, Toscana, Perugia, Bolonha e Sirmione. Logo no segundo dia, é possível visitar uma vinícola e a cidade de Asti, o paraíso das trufas brancas. Se for em setembro, os viajantes podem ainda participar de uma caçada às trufas, seguida de um almoço trufado harmonizado com os vinhos da região de Alba.

Vinhedos da Itália

Vinhedos da Itália

O meio da viagem guarda mais surpresas. Com base no Castelo Banfi, os aventureiros saem para desbravar a Toscana e as cidades medievais de Volterra, San Gimignano e Siena num de giro de 250km. Entre os meses de julho a setembro, há a possibilidade de um passeio de balão em direção a Montisi, uma área quase intocada pelo turismo.

Castelo de Banfi

Castelo de Banfi

O roteiro é finalizado com uma rota pela montanha de Sirmioni e suas estradas sinuosas, passando por Trento, Sondrio e parando em Como, à beira do lago, para um almoço.

Ducati, Honda, BMW e Triumph são os tipos de moto indicados para o tour.

MARROCOS

Para quem quer se arriscar fora das rotas tradicionais da Europa e dos EUA, uma boa dica é explorar os Marrocos. Este roteiro se enquadra na categoria de viagem em grupo com datas específicas de saída, num modelo de excursão. São 15 dias de viagem com um total de 2.750 a 3.040km de distância.

A aventura começa em Málaga, na Espanha, com tarde livre para explorar a cultura da cidade, que já foi povoada pelos fenícios, púnicos, romanos e muçulmanos. O passeio segue pela Costa del Sol até o domínio britânico de Gibraltar, no extremo sul do território espanhol. Neste ponto, o grupo pega o ferry pelo estreito para o norte da África, chegando em Ceuta, onde dormirão.

Costa del Sol

Costa del Sol

Outros destaques da viagem ficam por conta das estradas de Rabet para Marrakesh e o trajeto de Casablanca, onde o grupo passará pela estrada dos Kasbahs (casas fortificadas marroquinas). Os desfiladeiros do rio Dadès e do rio Tondra também impressionam e tornam a experiência única.

Casablanca

Casablanca

Neste passeio as motos mais indicadas são Ducati, Honda, BMW e Triumph.

OESTE DO CANADÁ

Na América do Norte, a dica é sair do óbvio e explorar o oeste do Canadá em um tour que começa por Vancouver. O primeiro trajeto passa pela Hwy1 e HWy3, através das Montanhas Cascade, Similkameen, Wine County, Okanagan Valley, e depois pela Hwy97, chegando em Osyoyoos, capital do vinho do Canadá. Seguem viagem pelo Vale do Okanagn, chegando em Penticton, uma cidade à beira do lago muito conhecida pelas atividades de aventura ao ar livre. Esta viagem tem aproximadamente 392km.

Outros pontos altos da viagem ficam por conta do Vale Okanagan e vinhedos, Rogers Pass, Lake Louise, Icefields Parkway, Parque Nacional Jasper, Safari no Blue River, Ashcroft e Whistler. Como faz muito frio na região, o mais recomendado é fazer o roteiro entre o verão e a primavera, época em que as temperaturas variam de 10º C a 24º C. Neste tour há várias opções de Harley Davidson disponíveis.

Parque Nacional Jasper

Parque Nacional Jasper

*A paixão do estilista Ricardo Almeida pelas duas rodas já rendeu até uma parceria com a Ducati para sua coleção de inverno 2017. Relembre aqui.

1 person likes this Acontece

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *